O Espetáculo


Deficiência não é – nem deve(ria) ser – sinônimo de mau humor. Baseado nesta premissa, e na intenção de provocar uma reflexão a partir de experiências reais, Flavio Chato apresenta o espetáculo Sempre vendo a metade do copo cheia, que inspira pessoas a enxergarem o lado positivo de situações cotidianas, externando temas como a própria história de vida, sua visão política e sobre a inclusão social, sempre de forma leve e divertida.

Apesar de permear o auxílio aos deficientes no que tange a busca (ativa) pelo alcance de sonhos e objetivos ao invés da inércia que cerca o “esperar acontecer”, o público-alvo do espetáculo é abrangente e completamente inclusivo, expandindo sua mensagem para todas as pessoas, sem qualquer distinção.

O Espetáculo